Dia a Dia TREINAMENTOS

Saiba como recepcionar e integrar os novos alunos de sua escola

0

Após a venda de um curso (seja ele um livre individual ou a criação de uma nova turma), o próximo passo é integrar esse novo aluno, ou novos alunos, a sua escola. A tarefa agora é tornar essa experiência de início de curso extremamente agradável ao aluno ingressante.

Essa é uma questão difícil, mas fundamental, uma vez que nesse momento criam-se as primeiras impressões. O aluno, inevitavelmente, irá analisar o comportamento dos professores, o ambiente da sala de aula, a qualidade do material, dos computadores e equipamentos, a limpeza da sala de aula etc.

Esse julgamento inicial é parte do comportamento do ser humano, todos nós agimos assim (até sem perceber). Tudo é analisado e, a partir disso, conclusões são tiradas e impressões são feitas. E essa primeira impressão, acredite, é difícil de ser mudada.

Então, para ajudá-lo a receber seus novos alunos, preparei um pequeno script para você seguir. Assim, ficará fácil para você planejar a recepção dos novos alunos e garantir que todas as boas práticas serão realizadas, tornando o primeiro contato com sua escola uma experiência única e favorável à construção de uma agradável e duradoura parceria entre escola e aluno. Vamos lá!

4 grandes erros na captação de alunos – Saiba como evitá-los

A recepção inicial e a apresentação da escola

No caso de alunos que estão iniciando o curso livre, individual, o primeiro contato geralmente se dá com a recepcionista da escola. Ela então deve encaminhá-lo ao professor responsável.

O professor, por sua vez, deve cumprimentar calorosamente o aluno e conduzi-lo até a sala de aula. Essa primeira aula deve ser mais focada em adaptar o aluno à metodologia e aos mecanismos utilizados do que em começar a estudar logo de cara.

Vale a pena sacrificar esses primeiros momentos de estudo e focar a conversa na apresentação:

  • Do professor (é importante que o professor se apresente, fale de suas experiências, formação acadêmica etc. É o momento para criar uma intimidade com o aluno e, eventualmente, despertar nele uma admiração positiva, que possa vir a servir como um fator motivacional).
  • Da escola e sua infraestrutura (mostrar as salas de aula, a localização dos banheiros e dos bebedouros de água, acesso à cozinha e ao café, saídas de emergência etc.);
  • Da metodologia de ensino (apresentar – e entregar – o material didático utilizado, os computadores e equipamentos, o sistema de avaliação e atividades, como proceder para tirar dúvidas, como fazer críticas e sugestões, explicar como funciona o simulador interativo da ADVANCE etc.);
  • Do curso (apresentar o objetivo do curso, o conteúdo programático etc.).

Nessa primeira aula também é uma boa prática entregar um folheto com informações úteis para o aluno ingressante: boas-vindas, telefones úteis, leque de cursos da escola, sugestões para tirar maior proveito das aulas, quem procurar para tirar dúvidas e dar sugestões, mapa da escola com indicação das saídas de emergência etc. Essas informações vão variar de escola para escola.

A inclusão no grupo

Se tratando de um curso em turma, a primeira aula deve ser voltada para a apresentação e para a integração.

Dentro do possível, procure considerar a faixa etária para posicionar o aluno na turma. Turmas com idades muito heterogêneas são mais trabalhosas de serem conduzidas.

A diferença no caso de cursos em turma é que deve ocorrer também uma apresentação de todos para todos, ou seja, cada um deve se apresentar para a classe. Para quebrar o gelo nesse momento, alguma dinâmica ou gincana são sempre bem-vindas. Do contrário, procure pelo menos fazer essas três perguntas: nome, idade e um motivo para estar fazendo o curso. Lembre-se sempre de deixá-los à vontade, principalmente os mais tímidos.

Incluindo a participação da família

  • A presença e participação dos pais ou responsáveis deve ser constante e deve ser tratada de forma mais fluida, sem muitos entraves na comunicação.
  • Estipule um canal de comunicação principal com os pais (normalmente é via telefone) e adote-o como padrão para quaisquer avisos/comunicados.
  • Faça reuniões periódicas. Pode ser com todos os pais ou de forma individual.
  • Registre todas as conversas ou ocorrências no histórico no cadastro do aluno no sistema. Esses registros são importantíssimos em situações de resolução de problemas.
  • Faça pesquisas de satisfação por meio de questionários. Não deixe para fazê-la apenas quando o aluno concluir o curso.

Preservando o ambiente agradável e mensurando a satisfação

Para atingir o objetivo de sempre causar uma boa impressão nos alunos ingressantes proporcionando a eles uma experiência de início de curso agradável, você deve obrigatoriamente:

  • Estar atento ao treinamento dos professores – cada novo professor deve passar pelo treinamento. Todas as informações devem ser passadas e eventuais manuais devem ser entregues.
  • Faça treinamento de reciclagem periodicamente para reforçar os padrões e normas da instituição de ensino.
  • Tenha um método de avaliação dos seus professores e questione-os caso essa avaliação apresente resultados negativos.
  • A limpeza, manutenção e qualidade dos computadores e equipamentos da sala de aula devem estar em dia. Estes são fatores fundamentais na construção das primeiras impressões do aluno.

Tenha indicadores de desempenho que viabilizem o controle. Se precisar de orientação nisso, confira nosso ebook.

Muito bem! Concluo aqui a postagem de hoje. O que você achou das dicas?

Deixe seu comentário abaixo. Continue nos acompanhando 😊

Comentários

comentários

Criando campanhas no Facebook ADs
WHATSAPP BUSINESS chega ao Brasil – Conheça todas as novidades
Leia também